Os 05 perfis do empreendedor brasileiro!

Cinco empreendedores, três mulheres e dois homens

Ao longo da minha vida profissional, contei com o privilégio de trabalhar direta e indiretamente com diversos empresários muito bem-sucedidos. Atualmente, atuando como consultor, mentor e conselheiro em algumas empresas, estou ainda mais próximo dos empreendedores brasileiros, compartilhando com eles o dia a dia de gerir empresas com foco em resultados.

Sempre me perguntam o que caracteriza um empreendedor de sucesso? Qual o perfil dos empresários mais bem-sucedidos? Qual o segredo do sucesso?

Não acredito em receita mágica ou um único segredo para o sucesso, acredito em gestão com resultados, mas essas perguntas me fizeram pensar sobre o perfil do empreendedor brasileiro e essa reflexão me fez chegar em cinco diferentes perfis que mais me chamam a atenção:

O HERDEIRO – É o empreendedor que “herdou” o negócio da família. Em alguns casos não teve escolha ou, quase como uma missão, recebeu fortemente a recomendação de se preparar para assumir os negócios familiares.

O CRIATIVO – É o tipo do sujeito que está sempre com ideias na cabeça. Sempre enxergando oportunidades. Vai à praia deserta e vislumbra potencial de negócio, um resort como se fosse uma mini-Cancún.

O SEM ALTERNATIVA – É aquele empreendedor que perdeu o emprego e está entrando em pânico. Inseguro com a demissão, autoconfiança abalada, enxerga poucas perspectivas no mundo corporativo e decide que as economias juntadas a duras penas ao longo da vida e o saldo do FGTS são suficientes para começar alguma coisa. Pelo menos durante algum tempo.

O VENDEDOR – É o empreendedor que ainda jovem na casa dos pais começou um negócio como hobby e passou a ganhar um dinheirinho. Descobriu o talento da venda que até então desconhecia que tinha. Acredita que com mais foco e dedicação, novas oportunidades surgirão.

O GÊNIO – É aquele tipo que vive lendo as biografias (atualmente mais assistindo aos documentários na Netflix) de gente como Bill Gates, Steve Jobs, Jeff Bezos, Mark Zuckerberg e outros galácticos deste time. Para este último empreendedor, falta apenas “aquela” grande sacada que a qualquer momento vai chegar.

Posso até estar enganado, mas penso que se colocássemos estes cinco empreendedores em uma sala de reunião ou mesa de restaurante, seria difícil imaginar uma conversa coerente e convergente nos primeiros minutos.

Mas estou convencido de que apesar das aparentes diferenças, eles compartilham muitas dores. Mas isso é um assunto para um outro capítulo sobre “Empreendedorismo”.

Hoje, o foco da nossa conversa serão as qualidades que podem levar qualquer um desses perfis a ter sucesso com seu empreendimento. Aliás, se eu fosse listar todas as qualidades que um empreendedor de sucesso deveria ter, provavelmente teria que escrever um livro (em tempo, talvez não seja má ideia, pois amo o tema empreendedorismo).

Observando executivos e empresários bem sucedidos, notei que existem duas características principais que todos têm em comum e me chamam muito a atenção: Foco e perseverança. Escolho frases de dois dos grandes empreendedores para resumi-las:

Foco:São nos nossos momentos mais difíceis que precisamos de foco para enxergar a luz”. – Aristóteles Onassis.

O empreendedor é um solitário em muitos momentos. Corre o risco de se empolgar demais nos tempos de vento à favor e de perder a serenidade naqueles momentos em que nada parece dar certo. Pode sentir falta de apoio. Do governo, das equipes e até mesmo de amigos e familiares. O foco, sobretudo, minimiza o risco de se perder nas distrações políticas e econômicas. O foco é que vai permitir cruzar a ponte e chegar ao sucesso.

Foco está diretamente relacionado com o Princípio de Pareto, pois 20% dos seus esforços geram 80% dos seus resultados e é justamente nesses 20% que o empreendedor deve focar sua energia.

Um ótimo livro sobre o assunto é: A Única Coisa: O foco pode trazer resultados extraordinários para a sua vida, dos autores Gary Keller e Jay Papasan.

Perseverança:A maioria das pessoas desiste justamente quando quase estavam alcançando o sucesso. Elas param na última linha do campo. Elas desistem no último minuto do jogo, a meio metro de um “gol” vencedor.” – Ross Perot.

Note que ao falar em perseverança, não me refiro à persistência. Pois frequentemente, a persistência remete a insistência, a teimosia, ou a ambos.

Perseverança, por sua vez, significa ir atrás de uma meta consciente de que adaptações ao longo do caminho serão inevitáveis. A história nos mostra que a vida dos maiores empreendedores foi marcada por mais derrotas do que vitórias. Somente aquela vontade inabalável de seguir em frente, aprendendo com os erros e acertos é capaz de nos manter no caminho.

Um ótimo livro sobre o assunto é o livro Antifrágil: coisas que se beneficiam com o caos, do autor Nassim Nicholas Taleb, que apresenta o conceito de nações, empresas e até mesmo carreiras que frente aos desafios, tombos e dificuldades se fortalecem.

Agora que você já conhece os cinco perfis dos empreendedores brasileiros que mais me impressionam, e também as duas qualidades que levam qualquer desses perfis ao sucesso, com qual você mais se identifica? Como você pode desenvolver essas habilidades?



Se você está gostando dos meus artigos, você pode cadastrar o seu email AQUI e receber mensalmente uma newsletter com o resumo dos artigos do mês e conteúdos exclusivos!

Comentários

Deixe uma resposta

Open chat
Fale conosco!
Powered by