A meta é aprender compartilhando conhecimento!

Executivo apontando para ícones de computadores e celulares

Foi no ano de 2016 que comecei a compartilhar as minhas experiências como executivo em um blog e no LinkedIn, contando o que aprendia na prática sobre gestão e sobre a conquista de resultados com as minhas equipes.

A parte mais incrível de compartilhar minhas experiências é que eu aprendia tanto quanto eu ensinava. Aprendia ao escrever, pois precisava olhar para os resultados que estava gerando e me perguntar: “onde estamos acertando e onde podemos fazer melhor?”, além disso eu precisava procurar minuciosamente pelo aprendizado em cada novo desafio que enfrentava.

Mas o aprendizado não parava por aí, ele continuava com a interação com os leitores. Cada comentário e cada dúvida provocam uma nova reflexão e um aprofundamento meu sobre tema.

Com certeza escrever é um processo muito importante para mim, que sou um amante da leitura e dos estudos, que gosto de me aprofundar na pesquisa sobre os tópicos de gestão e desafiar cada nova teoria que encontro com a sua aplicação prática e com os resultados que gera.

Só gosto de falar sobre aquilo que realmente já vivi na prática e sei que funciona. Foram muitos anos liderando equipes de alta performance e buscando atingir metas ousadas, onde pude testar o que realmente gerava resultado.

Ainda em 2016 novos desafios profissionais me afastaram do Blog e o relato das minhas experiências ficou restrito a mentoria das minhas equipes.

O ano de 2018 foi marcado por muitas mudança e pelo início de uma nova jornada profissional como consultor, mentor, palestrante e conselheiro. Com isso trago novamente para a minha rotina o hábito de escrever e compartilhar meus textos, para acelerar o seu aprendizado, que vai poder aprender através das minhas experiências, mas também para acelerar o meu aprendizado, que vou aprender com vocês e com o próprio ato de refletir sobre os meus desafios profissionais.

A boa notícia é que atuando como consultor, vou ser capaz de trazer cenários ainda mais diversificados e cases de diferentes indústrias para discutir com vocês.

A meta a partir de agora é compartilhar e construir conhecimento através deste canal. Conto com a participação de cada leitor para atingirmos essa meta.

Falando em meta, não vejo assunto mais pertinente para reinaugurar o meu Blog! Metas e indicadores, quando bem definidos, alinhados com a estratégia da empresa e adequadamente desdobrados para toda equipe são o ponto-chave da gestão com resultados.

“Se você não pode medir, não pode gerenciar.” – Peter Drucker

O primeiro passo para qualquer líder que queira aplicar a gestão com resultados em sua empresa é saber o que ele precisa medir para gerir. Quais são os indicadores de sucesso do seu negócio?

Ter essa informação na ponta da língua é crucial para o sucesso de qualquer equipe. As pessoas precisam conhecer e acompanhar seus indicadores de sucesso, para saber se estão progredindo na direção correta. Da mesma forma, precisam ter um objetivo a ser conquistado, uma meta que tenha significado para elas e que as estimule.

“Em Deus, confiamos; nos outros, só com base em dados” – W. Edwards Deming

Sempre que falo sobre o assunto metas, gosto de destacar que existem dois tipos de líderes:

O primeiro tipo é o líder de resultados, esse tipo de líder quando recebe uma meta ousada imediatamente investe toda a sua energia em buscar alternativas para conquistar essa meta e envolve toda a sua equipe nesse desafio, encarando a meta ousada como uma oportunidade.

O segundo tipo é o líder vitimista. Para esse líder, uma meta ousada é um castigo, um obstáculo impossível de ser transposto e por isso, ele investe a sua energia em encontrar argumentos que indiquem que a meta não pode ser atingida e deve ser mudada. Costumo dizer que ele opera com o “desculpômetro” ligado e bem calibrado.

Como esse líder não encara a meta como uma oportunidade, não acredita nela, ele também não consegue desdobrar essa meta para sua equipe de forma que isso faça sentido e inspire cada pessoa do time.

Não preciso nem dizer qual tipo de líder gera mais resultados e qual tipo de líder eu tenho me esforçado para ser e para formar nas empresas…

Utilizar uma boa metodologia para estabelecer e desdobrar metas vai ajudar o líder de resultados a obter sucesso. Dentre as diversas metodologias para estabelecer metas e indicadores de sucesso, a que eu atualmente utilizo e recomendo são os OKR – Objectives and Key Results.

Esse framework foi criado pela Intel e já foi adotado por diversas empresas, como Google, Twitter, LinkedIn, Dropbox, GoPro e até mesmo pelo cantor Bono Vox, líder do grupo U2!!!

Foi utilizando os OKRs que levamos a Jeep a conquistar o histórico crescimento de 3.000%, abrindo 1 loja a cada 2 dias em todo o país.

Na minha opinião, a utilização desse framework traz dois grandes benefícios:

  1. Define objetivos que inspiram as pessoas – ciclos curtos, objetivos ousados, claros e compartilhados, são algumas das características dos OKR’s que permitem que os líderes mantenham suas equipes motivadas a atingir objetivos significativos.
  1. Mantém todos produtivos e alinhados – saber quais são os resultados-chave que devem ser alcançados garante ao líder que o time irá focar suas energias no que realmente importa, que todos estarão alinhados e saberão como priorizar seus esforços.

E você, qual metodologia utiliza para ser um líder de resultados, definir e desdobrar metas para toda a sua equipe?


Se você está gostando dos meus artigos, você pode cadastrar o seu email AQUI e receber mensalmente uma newsletter com o resumo dos artigos do mês e conteúdos exclusivos!

Comentários

Deixe uma resposta

Open chat
Fale conosco!
Powered by